segunda-feira, 26 de julho de 2010

Canto para uma alma na fronteira - entre o bem e o mal


Aquele seu sorriso de ontem
me foi tão bom de ver.
Aquele olhar de felicidade,
de alegria ao nascer...
Aquilo foi tão bom de ver!

Todo aquele seu jeito de sorrir,
abrindo uma grande boca,
com grandes dentes - qual nunca vi!

O tempo colocou seus olhos em lágrimas,
mas o mundo conseguiu te fazer feliz de novo
com suas idas e vindas, suas mágicas!

Esta mágoa de amar,
este caminho sem volta,
este caminho pelo sol,
estas águas de um sem mar,
que te fazem morrer em ti mesmo,
que te matam em mim
e no final tudo enfim foi só o começo.


Aquele seu sorriso de ontem
me foi tão bom de ver.
Aquele olhar de felicidade,
de alegria ao nascer...
Aquilo foi tão bom de ver!

"Nosotros somos lo que tenemos de ser!
Nosotros tenemos lo que nuestros sueños suelen ser!"

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Consigo ver meus olhos colocados em lágrimas. Magoada de amar, morrendo em mim mesma... Ai, o amor.

    ResponderExcluir